DIAFRAGMA – Tipos de mecanismo de controle existentes

Quando vemos referências aos sistemas de controle do diafragma de objetivas antigas, sempre nos deparamos com alguns termos que podem ser bastante misteriosos para leigos. São termos de conhecimento comum que nunca são explicados, ou seja, quem escreve supõe que o leitor saiba ao que ele está querendo se referir.

Então vamos revelar de forma bem objetiva o que significa cada um desses termos técnicos que definem os sistemas de controle do diafragma:

• Manual 

É quando o diafragma é fechado na abertura desejada pelo simples movimento de rotação de um anel existente no corpo da lente, em algumas objetivas esse movimento é contínuo, porém na maioria das objetivas são usados pontos de pressão (click stops) para indicar cada abertura alcançada.

• Pre-Set 

É quando a abertura do diafragma é selecionada e as lâminas continuam na posição de abertura máxima. Quando o anel de abertura é girado, o diafragma vai sendo fechado até o limite da abertura selecionada para a fotografia. Esse tipo de controle se mostrou muito útil por possibilitar a definição do foco ideal na abertura máxima da objetiva, sem que o fotógrafo deixasse de visualizar a cena para fechar o diafragma até a abertura desejada para a fotografia. Começou a ser mais utilizado ao final dos anos 40.

• Semi-Automatic 

Nesse mecanismo de controle a abertura do diafragma é selecionada, porém as lâminas continuam na posição de abertura máxima. Quando o botão de disparo da câmera é acionado, o diafragma é fechado na abertura selecionada, continuando naquela abertura até que seja selecionada uma nova abertura para a foto seguinte.

• Automatic 

Foi uma inovação feita no sistema semi-automático, que implementou o retorno do diafragma à posição de abertura máxima da objetiva através do movimento de avanço do filme. Foi muito usado em câmeras fabricadas a partir dos anos 50.

• Fully Automatic 

Nesse sistema as lâminas permanecem sempre em sua abertura máxima e são fechadas na abertura selecionada no momento em que o botão de disparo é acionado, voltando automaticamente à abertura máxima logo após a realização da fotografia. Isso ocorre porque o diafragma é coordenado com o movimento do espelho da câmera.Footer

Fotógrafo carioca totalmente dedicado a paisagens da cidade.

Publicado em Curiosidades, Todos os artigos